Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

doce dezembro

doce dezembro

20
Mar18

Chamemos a isto um Diário

M

Sete e cinquenta da manhã. Já na rua olhei o céu. Este parecia maior, mais alto, mais distante... como se eu voltasse a ser pequena e tudo me parecesse muito grande.

O céu estava bonito. Azulinho com núvens. Algumas eram brancas e fofinhas, outras mais escuras e não tão queridas. Uma sensação conhecida que já não se manifestava há muitos anos apoderou-se de mim. Uma sensação que me costumava acompanhar algures na infância quando tentava imaginar a minha vida dali a x anos.

Rapidamente o azul se transformou em cinzento. Gotas apressadas caíam lá de cima e começavam a molhar-me o corpo. Não bastavam já as que me molhavam a alma?

O meu pensamento prendia-se no quanto as coisas mudaram. Já nada é igual. Já não sou quem era e estou tão longe de ser quem quero. E fora isso, cá dentro só sentia uma confusão enorme.

 

Três e quarenta da tarde: o pico. O pico da minha tristeza, o choro compulsivo, a raiva. As lágrimas que segurei ao longo do dia caíram em peso. E nem o peso que deitei cá para fora eliminou o que restava cá dentro. Todos os sentimentos maus que eu tentei e tento afastar de mim se juntaram e se mostraram presentes de novo.

 

Cinco horas: hora do duche. Pensei que seria a melhor altura do meu dia, a altura em que iria desligar os pensamentos e somente ficar ali, a sentir a água quente que me caía pelo cabelo, com a cabeça vazia. Bem, vazia vazia não estava, acho que tenho bateria infinita e nunca nada se desliga por aqui. Soube bem e ao contrário do que eu achava que iria acontecer, não desabei de novo.

 

Na minha cabeça a confusão mantém-se. Não sei o que se passa aqui dentro, mas chove e chove bastante. Aqui dentro não há indícios de primavera.

2 comentários

Comentar post

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • omeumaiorsonho

    Boa sorte com o novo blog vou seguir certamente.

  • HD

    Já fui espreitar mas a casinha ainda está vazia :-...

  • M

    Eu tenho um spray próprio para estas... bichas, ma...

  • M

    espero é que tenha ido para outro lado qualquer.....

  • omeumaiorsonho

    Nada que um mata moscas não resolva ou um spray

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D